sábado, 31 de março de 2012

28 anos de adoração...

Johnny Depp

1984


2012



Sou-lhe fiel como um cão!

sexta-feira, 30 de março de 2012

segunda-feira, 26 de março de 2012

Coisas das poupanças...

Por causa deste post http://blogencantoserecantos.blogspot.pt/2012/03/economia-domestica-truques-que-me.html da Cláudia lembrei-me:
Não sou capaz de deixar de usar guardanapos de papel, para usar os de pano como quando tinha 6 anos...acho nojento guardar os guardanapos sujos para usar nos dias a seguir cada vez mais sujos.
Sei que muita gente está a adoptar este sistema...mas guardanapo para mim tem que ir para o lixo e finito.

domingo, 25 de março de 2012

A Rainha do Cine Roma



No dia em que se conhecem, Maria Aparecida e Betinho, duas crianças de rua em Salvador, Bahia, tornam-se inseparáveis. Vítimas de abusos por parte dos pais, juntam-se às crianças que fazem do Cine Roma a sua casa e da amizade que os une um antídoto para combater a dura realidade de quem vive a fugir em permanência de um mundo ameaçador.


A Rainha do Cine Roma é um retrato da vida real no submundo, é uma história singular sobre duas crianças que nunca desistiram de sonhar que podiam ser amadas.


«Quem tiver peito fraco, é melhor não tocar neste livro. Porque ele é duro, cru, verdadeiro. No entanto, no fim, fica um fiozinho de açúcar, emoldurando uma réstia de esperança.»

Pepetela, escritor e membro do júri do Prémio Leya



«Surpreendente e intenso, terno e violento, A Rainha do Cine Roma é mais do que um romance para leitores exigentes: é um verdadeiro hino à vida.»

José Manuel Saraiva, escritor


Um livro para se ler em brasileiro, duro, lindo e devorado por mim em 3 noites.

sábado, 24 de março de 2012

+ 10 coisas que vocês não sabem sobre mim, nem querem saber...

1- gosto de beber meias de leite depois das refeições

2- interesso-me imenso pelo esoterismo e não preciso de ver para crer

3- amo incondicionalmente a minha melhor amiga

4- acredito na reencarnação e que todos andamos cá por uma razão

5- Vivi durante 2 anos em Inglaterra e foram os 2 anos mais infelizes da minha vida

6- o meu marido é o meu maior amor e o meu maior orgulho

7- odeio conduzir

8- adoro conversar, aprender, partilhar ideias e adoro pessoas

9- sou a favor da adopção por casais homossexuais

10- não acredito em coincidências

quarta-feira, 21 de março de 2012

terça-feira, 20 de março de 2012

domingo, 18 de março de 2012

Só eu...

Hoje decidi fazer experiências com o meu cabelo e tintas...sim, porque eu, o meu cabelo, os vermelhos e os laranjas somos um só.
Depois de fazer misturas e misturas fiquei com o cabelo manchado com três cores, não que isso me incomode, porque eu sou mesmo assim esquísitoide.
Mas amanhã já sei que vão olhar para mim no trabalho e dizer que já tenho idade para ter juízo e me deixar destas coisas do punk.

Mas a malta sabe lá o que está a dizer...e logo a quem.

Frases

A Ana Rita Clara diz na Caras : “Sou desafiadora e bastante competitiva comigo própria.”

É pá...estarmos sempre em competição connosco deve cansar...fogo!

sábado, 17 de março de 2012

5 years ago...

Faz hoje 5 anos estava com o coração na boca, o estomago cheio de borboletas e formigas e ratos e tudo e tudo...só pensava numa coisa : nele, no reencontro.

Não, não foi expontâneo. Sabíamos que eramos um do outro e sabíamos que era inevitável continuar a odisseia do amor...aquela que foi interrompida durante 8 anos.


Não há coincidências.

That's the way I like it!

sexta-feira, 16 de março de 2012

Coisas da vida

Gosto de ser informada no trabalho ás 09h30 que a transferência que pedi foi aceite..............................PARA 2ª FEIRA!!!!

Portanto o meu dia foi :

- Encaixotar
- Arrumar
- Recolher material

Tudo a 100km/hora.

É bom.

quinta-feira, 15 de março de 2012

Declaro que :

Eu sou daquelas pessoas que adora a Lady Gaga e a Nicki Minaj.
Sim, e também não tenho nada contra a excentricidade do Castelo Branco. E amo de paixão o Rick Genest e o Jeffree Star. E tenho um fraco por homens com olhos pintados. Amo o Andrej Pejic, gosto do Russell Brand e da Vivienne Westwood. E também não acho a Paula Bobone ridícula.

Eu não sei porque é que isto causa comichão a tanta gente.

Temos pena.

Nutrigenética: a dieta certa está no ADN - Artigo ACTIVA

Eu acredito absolutamente que somos o que comemos, por isso sei que há alimentos que nunca deveriamos comer por mais saudáveis que sejam, e outros que devíamos devorar.
Este artigo é muito interessante para quem se interessa por nutrição.




"E se a era das dietas ioiô, milagrosas, da moda, das estrelas, estivesse a chegar ao fim? E se a ciência tivesse descoberto que a solução é um regime alimentar personalizado, de acordo com o nosso ADN? Uma coisa é certa: nem todos metabolizamos os alimentos da mesma maneira – aquilo que a uns tira anos de vida é processado às mil maravilhas por outros...

SOMOS O QUE COMEMOS

Para Roni Lara Moya, especialista em imunogenética e medicina antienvelhecimento e diretor clínico da Clínica Regenera, a era da alimentação personalizada já chegou. “O estudo da relação entre os nossos genes e os alimentos tem duas vertentes científicas. Existe a nutrigenómica, ou o estudo de todos os genes ligados à alimentação, e a nutrigenética, o estudo de como os genes podem ser influenciados pela alimentação, ou seja, se o nosso organismo vai responder bem ou mal a certos alimentos. Uma pessoa pode ter uma característica genética que lhe permite lidar bem com a digestão de carne vermelha, enquanto outra não, o que significa que posso prescrever carne vermelha à primeira e à segunda não.”

A menos que tenhamos uma reação alérgica mais ou menos grave, podemos passar uma vida inteira a comer algo que não metabolizamos bem ou à qual temos uma ligeira intolerância. “As pessoas sentem-se mal mas não conseguem relacionar com a sua alimentação. Os laticínios, por exemplo, tendem a aumentar a mucosidade e piorar o estado de alergias respiratórias como a asma ou a rinite.Alguns estudos sugerem que o glúten pode aumentar os níveis de histamina, o que significa uma maior probabilidade de alergias e de inflamação em geral. É um alimento novo na História do Homem. Quem faz uma alimentação onde o glúten tem um peso grande, pode sofrer de fadiga e cansaço mental, sem saber porquê.”

GENES EM EXAME

Uma das ferramentas de diagnóstico mais eficazes para os adeptos da nutrigenética é a análise do perfil genético nutricional do paciente. Esse exame procura pequenas variações em dezenas de genes importantes para a saúde geral do organismo, os SNP’s (pronuncia-se Snips, ou Single Nucleotide Polymorphisms). Os parâmetros pesquisados têm a ver com colesterol, a maneira como metabolizamos o açúcar, probabilidade de cancro e doenças cardiovasculares ou envelhecimento. Roni Moya explica como estes Snips são responsáveis pelas diferenças entre indivíduos no que toca ao metabolismo. “Os humanos têm genética idêntica mas há variações nos genes que são só nossas, às quais chamamos polimorfismos, e onde pode haver facilidade ou dificuldade em digerir um determinado alimento. Isso explica porque duas pessoas comem o mesmo e uma é gorda e outra magra. As dietas podem, a partir daí, ser personalizadas consoante o perfil nutrigenético do paciente. A análise nutrigenética resulta muito bem com pessoas que toda a vida procuraram emagrecer com medicamentos ou ‘dietas milagrosas’ sempre sem bons resultados”.

Este teste é feito recorrendo a amostras de sangue ou saliva e pode ficar entre 250 e 1500 euros, segundo Roni Moya. Antes, o médico faz um questionário sobre o estilo de vida do paciente, cujo resultado é depois relacionado com os resultados do teste.

PREVENIR OU LANÇAR O PÂNICO?

Em teoria, traçar o nosso perfil genético é um investimento tão bom que pode servir para planear a dieta certa, usar o cosmético ideal ou saber qual o exercício que mais eficientemente queima calorias. Uma potencial análise para o estilo de vida certo. “A prevenção pode começar na gravidez, com um esquema nutricional que evite que a criança tenha tanta propensão a alergias, problemas intestinais ou respiratórios. Hoje, a genética preventiva é uma realidade com enormes possibilidades, como prever a probabilidade de vir a desenvolver um certo tipo de cancro e adotar medidas para que ele nunca venha a desenvolver-se e para vivermos saudáveis por mais tempo. É um excelente investimento. No fundo, acabamos por poupar, se pensarmos na quantidade de dinheiro gasto em alimentos que nem deviam estar na nossa despensa ou frigorífico, dietas e químicos que não ajudam nada.”

Mas nem todos partilham deste entusiasmo e há mesmo especialistas que recomendam moderação. Alguns cientistas genéticos lembram que, apesar de esta ser uma ciência muito promissora, ainda é preciso investigar bastante e que as pessoas que fazem os testes acabam por receber conselhos que qualquer nutricionista lhes faria sem um perfil genético traçado. Em 2006, o Government Accountability Office, nos EUA, emitiu um comunicado lembrando que a maioria dos testes tem resultados demasiado ambíguos e que podem provocar pânico em quem os faz, indicando, por exemplo, uma alta probabilidade genética de um cancro que nunca irá desenvolver-se. ADN não é destino; o meio ambiente e o estilo de vida têm um papel importante e existem ainda outros fatores imponderáveis neste jogo. Roni Moya também lembra: “Um mau estilo de vida pode influenciar negativamente genes bem preparados. Genética favorável não é um seguro de vida.”

MUDAR DE VIDA

Ao consultório de Roni chega muita gente para quem a prevenção já não é uma hipótese. “Recebo muitos pacientes que já aparecem aqui muito doentes, com obesidade instalada ou doenças oncológicas. As pessoas ainda não encaram a saúde de uma perspetiva preventiva, como se faz noutros países.” Pacientes com cancro vão à procura de uma ajuda nutricional na recuperação de tratamentos como a quimioterapia e de uma mudança radical de estilo de vida.

Fazer uma análise nutrigenética não é para o bolso de qualquer um, mas o especialista diz que não trabalha apenas para quem tem dinheiro. “O paciente pode escolher fazê-la ou não. Para além dela, faz-se sempre uma análise clínica com busca por parâmetros hormonais ou uma análise da função hepática.” Os resultados, na silhueta e na saúde, são visíveis em pouco tempo, afiança. “Com uma alimentação hiperproteica, prescrição das vitaminas e suplementos ideais e exercício físico certo, numa média de três meses as pessoas emagrecem, sentem-se com mais energia, o colesterol baixa e o metabolismo acelera.”

A sua equipa integra ainda dois nutricionistas, que elaboram a dieta de cada paciente e ainda ensinam a confecionar os alimentos de maneira correta, sem se privar do prazer, em workshops de cozinha funcional, fisioterapeutas especializados em Pilates clínico e até um preparador físico que indica os exercícios mais apropriados para a genética do paciente. “A intenção é torná-lo independente do médico e mais responsável pela sua saúde.”


Ler mais: http://activa.sapo.pt/belezaesaude/nutricao/2012/03/14/nutrigenetica-a-dieta-certa-esta-no-adn#ixzz1pAmUm9YV
Photo in google

quarta-feira, 14 de março de 2012

Faltam 29 dias para...

SHOPPING!!!!

(entre outras coisas, off course)

terça-feira, 13 de março de 2012

Quarto dos sonhos

Sou uma pessoa que adora, cor, cor e mais cor. As cores neutras são as que me causam angústia e desassossego...e por isso neste aqui : http://the-secondbushome.blogspot.com/ os meus quartos favoritos são o da Marija Pavlovich, o da Manuela Gonzaga e o da Manuela Furtado.

Cuidado com ela!

Esta sim, é a verdadeira carta de amor...nada rídicula.

A pedalar

Quem me conhece sabe que sou saudávelmente viciada em exercício.
Não, não sou nenhuma Deusa do fitness e até tenho 5kg a mais...mas tenho o corpo que quero (a nível de resistência e massa muscular) e sinto-me muito saudável.
Bem...eu trabalho nos arredores de Lisboa e atravesso uma grande parte da cidade para lá chegar, a verdade é que (também por causa do tempo) nestes ultimos dias, tenho visto muita gente a ir para o trabalho/escola de bicicleta, e isso deixa-me MUITO contente! Primeiro porque o exercicio faz bem a qualquer pessoa, e depois porque assim é muito melhor para o ambiente. Eu já faço a minha parte, deixo o carrinho em casa e vou para o trabalho de autocarro.
Nunca conseguiria ir de bicicleta porque bicicleta para mim só indoor (upsss)...mas os meus mais sinceros parabéns a estas pessoas que pegam na bicicleta sem piedade e começam o dia tão bem!


photo in google

quinta-feira, 8 de março de 2012

10 coisas que vocês não sabem sobre mim, nem querem saber...

...mas apetece-me fazer isto e pronto.

1- sou canhota

2- durmo com um tapa olhos e tenho mais de 10 diferentes

3- assumo que a minha alimentação é excessivamente disciplinada, mas não me sinto bem se comer de maneira diferente

4- sou viciada em filmes de terror (viciada mesmo) e odeio comédias (odeio mesmo)

5- adoro cantar

6- os gelados que mais gosto são de gelo

7- Tenho 56 vestidos e é a minha peça de roupa de eleição

8- sou muito caseira e o meu canto é o meu sítio preferido do mundo

9- não como carne há 15 anos

10- sigo a filosofia espiritual budista, faço yoga, medito e encontrei muita paz interior assim

Dia da Mulher

Ainda não percebi se gosto ou não do Dia da Mulher...
Não me considero mais especial que um homem para ter um dia, mas se calhar sou eu que embirro com isto.
Eu sei que isto vem com a luta da mulher por direitos iguais, e que tudo isto voltou nos anos 60 e etc, etc...que conseguimos muitas mudanças, mas pronto.

Por isso para quem gosta muito, muito :

Feliz Dia da Mulher

quarta-feira, 7 de março de 2012

Coisas que leio no Facebook

"Será que quando as borboletas se apaixonam também sentem humanos na barriga?"




Fica a questão.

sábado, 3 de março de 2012

Estranha forma de rir

Eu sou uma pessoa com um sentido de humor muito próprio, mas sou uma mulher fácil nestas coisas dos risos.
Rio-me fácil, mas de coisas que nem toda a gente percebe...isso faz de mim uma daquelas pessoas que tem dezenas de "privates" diferentes com os amigos correspondentes.
Tenho a Idália com que partilho coisas que mais ninguém se ri, o mesmo acontece com a Xana, a Karyn, o meu luv, a minha mãe etc, etc. E felizmente sei que muita gente é assim.
Eu sou daquelas pessoas que acha imensa piada a este tipo de coisa :













Mas e quando se mostra este tipo de coisa a uma pessoa e ela fica com um sorriso amarelo?

F***-** que ninguém me entende...