sábado, 5 de novembro de 2011

Finjo ser normal. E não convenço.


"Tenho um mundo grande. Sonhos maiores ainda. Carrego nos olhos a suavidade de um sentir desajustado. Sou o que sou. O que fui não interessa. O que resta é essa normalidade exagerada que não se limita. Finjo ser normal. E não convenço. Brinco de ser menina, arco-íris, luz e purpurina..."

by Ju Fuzetto

Nenhum comentário: