sábado, 27 de junho de 2009

Cá estamos nós outra vez



Olá(Cá estamos Nós Outra Vez) by Jorge Palma



olá
sempre apanhaste o tal comboio
eu já perdi dois ou três
entre o ósseo e as esquinas
ganhei o vicio da estrada
neste outra encruzilhada
talvez agora a coisa dê
o passado foi á história
cá estamos nós outra vez

conheço a tua cara
mas não sei o teu nome
escrevo já aqui
não sei o quê arroba ponto com
eu vou-te reencontrar
noutro bar de estação
ou talvez quando perder mais um avião
o barco vai de saída
tu estás tão bronzeada
é tão bom ver-te assim
ardendo tão queimada

eu quero reencontrar-te
noutra esquina qualquer
sem saber o teu nome
se ainda és mulher
quero reconhecer-te
e beber um café
dizer-te de onde venho
e perguntar-te porque
sorrir-te cá do fundo
e subir os degraus
eu quero dar-te um beijo
a cinquenta e tal graus

sempre apanhaste o tal comboio
eu já perdi dois ou três
entre o ósseo e as esquinas
ganhei o vicio da estrada
neste outra encruzilhada
talvez agora a coisa dê
o passado foi á história
cá estamos nós outra vez
cá estamos nós outra vez...


Photo by dust_digital in Deviantart

Esta música mexe com aquela minha dezesperada vontade de fugir e simplesmente fazer coisas.

Um comentário:

D. disse...

adoro esta música. lá vamos controlando a vontade de atirar tudo para o ar e ir pelo mundo fora...



in the end...será que vale a pena?...

*