quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Ultimos filmes de 2009

E como estamos no fim do ano, aqui ficam os últimos filmes vistos e revistos:

Jovens em zona de perigo, Fim perverso, A orfã, Coraline, Eden Lake, Bonecas Russas, Grotesque, Milk, O sorriso de Mona Lisa, Tipo Ruim, Mitos Urbanos, Boogeyman 3, O baile dos mortos, Mamma Mia, Doomsday, No vale de Elah, The backwoods, Grace, Senseless, Caos calmo, The book of blood, Drag me to hell, Mulheres, Dying Breath, Leke dead, Unrest, Doghouse, Trick or treat, The thaw, Slaughter, Perkins 14, Dead Snow, Antichrist, Infestation, Summer's Moon, Hanghover, The Echo, Ink, Pandorum, 9, Uma criança desapareceu, E se Deus fosse o sol, Deadline, Inglorious Basterds, Laid to rest, The limits of control, Saw VI, Paranormal activity, O silêncio de Lorna, Zombieland, Anjos e Demónios, Brincadeiras Perigosas, Veronica Decide Morrer, The doubt, Outpost, Teia de paixões, Sete anos no Tibete, Hotel Ruanda, Malos hábitos, O apartamento, Avatar.



Ufas!!!!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Porque não sei mentir...




"Porque não sei mentir, não vos engano : nasci subversivo. A começar por mim - meu principal motivo de insatisfação. Diante de qualquer adoração, ajuízo. Não me sei conformar e saio, antes de entrar, em cada paraíso."

By Miguel Torga

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Migalhas

Coisa boa de se ouvir...

Migalhas by Simone



Sinto muito mas não vou medir palavras
Não se assuste com as verdades que eu disser
Quem não percebeu a dor do meu silêncio
Não conhece o coração de uma mulher
Eu não quero mais ser da sua vida
Nem um pouco do muito de um prazer ao seu dispor
Quero ser feliz
Não quero migalhas do seu amor
Do seu amor

Quem começa um caminho pelo fim
Perde a glória do aplauso na chegada
Como pode alguém querer cuidar de mim
Se de afecto esse alguém não entende nada
Eu não quero mais ser da sua vida
Nem um pouco do muito de um prazer ao seu dispor
Quero ser feliz
Não quero migalhas do seu amor
Do seu amor

Não foi esse o mundo que você me prometeu
Que mundo tão sem graça
Mais confuso do que o meu
Não adianta nem tentar
Maquiar antigas falhas
Se todo o amor que você tem pra me oferecer são migalhas
Migalhas

Eu não quero mais ser da sua vida
Nem um pouco do muito de um prazer ao seu dispor
Quero ser feliz
Não quero migalhas do seu amor
Do seu amor
Sinto muito mas não vou medir palavras
Sinto muito




Alguém já se sentiu assim? Shhhhh...
Porque as novelas também servem para descobrirmos estas coisas. ;)

Partilhar




"A sua vida deveria derramar-se até os outros. A sua felicidade, a sua bem-aventurança, o seu êxtase, não deveriam ficar confinados dentro de você, como uma semente. Deveriam abrir-se como a flor e espalhar sua fragrância indiscriminadamente -- não apenas para os amigos, mas para os desconhecidos também.

Isso é compaixão verdadeira, amor verdadeiro: compartilhar a sua iluminação, compartilhar a sua dança do além."


.

"Dê boas-vindas às abelhas, convide os pássaros a beber do seu néctar. Espalhe em volta a sua alegria, para que todos compartilhem dela."

The Raveonettes


Last Dance by The Raveonettes





Your lipstick smeared sad, I adore you
I always have
And every time you overdose
I rush to intensive care
Another sad-eyed stare before you disappear

If this is the last dance, this is the last dance
Then save it for me baby
If this is the last dance, this is the last dance
Then save it for me baby
Ooooh ooooh
Then save it for me baby
Oohhhh oooooh
Then save it for me baby

Your addiction and you are in love.
Night star crossed, I wait my turn
And every time you overdose I rush to intensive care
Another sad-eyed stare before you disappear.

If this is the last dance, this is the last dance
Then save it for me baby
If this is the last dance, this is the last dance
Then save it for me baby
Then save it for me baby

I want to know, I want to know
If it's the last, if it's the last dance
I wanna know, I wanna know
Baby baby please.

If this is the last dance, this is the last dance
Then save it for me baby
If this is the last dance, this is the last dance
Then save it for me baby
If this is the last dance, this is the last dance
Then save it for me baby


Great band!!!!!

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Christmas Evil






Odeio o Natal....é assim tão mau???
Época cinicus insuportabilis.






Photo by meppol in Deviantart

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Do nada...





Assim do nada, quando menos esperamos voltam as coisas más.
Desilusões.
Não há cabeça para tudo...não há persistência para a falta de cumplicidade.
Há a indiferença enquanto esperamos que tudo passe e todos sofremos menos.







Photo by deadlybuterfly in Deviantart

domingo, 13 de dezembro de 2009

Jello Biafra




Jello Biafra.

AMAZING GIG!!!!!




Forever.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Happy Birthday to Me!!!!!





Parabéns para mim.
Como sempre, desejo que o que mude seja pra melhor. E o bom continue para sempre!

Estou madurinha.... ;)))



.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Japa Mala

Coloquei este texto porque foi o mais completo que encontrei relativo a este assunto. Não que eu concorde e acredite em tudo o que está referido aqui sobre o Japa Mala. Não acredito em nenhum Deus, acredito na minha fé, nos bons sentimentos, e acredito na energia que tenho cá dentro.





O QUE É UM "JAPA MALA?"

"Japa" é uma palavra em sânscrito que vem da raiz verbal "jap",
que significa "murmurar, sussurrar".

"Japa" é a prática feita pelos yogis na repetição em tom de murmúrio de
mantras, de passagens das escrituras, ou do nome de uma divindade.

A repetição destes mantras, o "Japa", é uma "corrente", um "cordão de energia".

Mala é uma palavra de vários significados em sânscrito, porém neste caso, ela quer dizer, apenas, "cordão de contas". Temos então duas correntes, uma espiritual, "Japa" e outra material, "Mala".

Assim, as energias espirituais invocadas "Japa", energizam o "Mala".
Geralmente, o "mala", utilizado para o "japa", "murmurar", contém 108 contas.

Um Mala pode conter contas que também formam divisões de 108, de modo que o mesmo cálculo possa ser mantido.
Chegar ao "Meru", a conta central no mala, mostra que você fez o seu "japa" por 108 vezes. Completar o circuito de 108 mantras é um passo a mais no caminho da elevação espiritual.

Cada Volta realizada no "Mala", é um degrau na escada para a união com o éter divino.

Um "mala" estimula seu usuário a fazer os "japas" diariamente.

POR QUE USAR UM MALA ?

O Mala é utilizado para contar mantras em grupos de 108 repetições.

A palavra mantra vem do sânscrito, "man" que significa "mente" ou "pensamento" e "tra" significa "proteger" "socorrer".

Assim, mantra quer dizer : proteger nossas mentes de maus pensamentos.
Os mantras são um meio de comunicação espiritual das religiões hindu e budista.
Um mantra sagrado é normalmente entoado em sânscrito.
Quem entoa mantras busca a intercessão espiritual.
Uma forma de orar repetidamente, a fim de magnetizar
as energias de uma determinada divindade.

O mantra essencial é a sílaba sagrada OM, que significa Ômega.
Ômega é a energia feminina da Mãe Divina.

Quando entoamos o OM, estamos manifestando a vontade
de trazer para a matéria, a energia da palavra ou frase seguinte.

Por exemplo:

OM VISHNU OM, Significa que estamos dizendo que queremos
a intercessão de Vishnu em nossas vidas.
Vishnu é responsável pela instrução e compreensão dos mistérios da vida,
dizer seu nome somado a um OM, traz sabedoria para quem o faz.

OM SHIVA OM, traz o poder purificador e protetor de Shiva para quem o entoar.

Praticamente todas as religiões entoam alguma forma de oração
para a comunhão espiritual com seres mais elevados.

Mantra é formado por palavras em sânscrito com poderes para elevar a consciência, promover a cura, solucionar problemas, conseguir proteção e direção espiritual, manifestar desejos e muito mais.

Entoar mantras é uma forma de meditação.
Uma pessoa entoa mantras repetidas vezes, em murmúrio ou em alto tom.
A mente focaliza-se no conteúdo do mantra e os pensamentos tornam-se
positivos e poderosos, a respiração deve ser lenta e profunda.

USANDO UM MALA

Segurando o seu cordão de contas, o "Japa Mala", na mão direita, deixe
que ele escorregar sobre o dedo do meio (o dedo do céu, o dedo mais longo).
O dedo indicador não deve tocar as contas, ficando estendido durante
todo o período da entoação dos mantras, o "japa".

Comece sempre pela conta seguinte à grande conta, o "meru", que significa "montanha", e não deve ser contado, nem tocado pelo dedo do polegar, o Meru é apenas o ponto inicial e final da contagem das contas.

Puxe as contas de seu Mala sempre em sua direção, uma a uma, entre seu dedo polegar e o dedo do meio, usando seu polegar para “contar” e puxar cada conta, puxando levemente, enquanto recita o mantra escolhido, e movendo para a próxima conta, até completar a série de 108 contas de seu mala, entoando seu mantra escolhido, por 108 vezes seguidas, ou mais.

Uma conta é puxada por cada repetição do mantra.

O polegar representa seu chakra da garganta e o dedo do meio
representa o éter divino no chakra do coração.
Assim, como estamos nos comunicando com seres elevados do plano etéreo,
este mudra aumentará nosso poder de comunicação espiritual.

Mantenha a mente firme prestando a atenção em sua respiração, nas contas e em seu mantra.

Enquanto puxa uma conta, inale, entoe o mantra "OM NAMAH SHIVAYA", enquanto exala.

Um Mala foi feito para ser utilizado em harmonia e com muita calma e firmeza em suas palavras. Uma vez que você alcance o Meru, caso queira continuar mais 108 vezes, não o ultrapasse.

O Meru é a conta estática do Mala.
Vire as contas ao redor e continue na direção inversa.
Isto se faz necessário por que quando puxamos as contas ganhamos um espaço entre elas, assim juntamos as contas que ficaram para trás, se formos em frente pelo caminho que começamos, encontraremos as contas muito juntas do outro lado do Meru, e o polegar não poderá fazer o "mudra da riqueza espiritual", que toca estes dois dedos a cada puxada.

O Japa Malas pode ajudá-lo a tirar a tensão, a ansiedade, o medo e levará você a atingir níveis mais altos de consciência e realização espiritual.
A utilização de Japa Malas aumenta a felicidade e a capacidade de meditação.
As contas de Japa dão mais foco e maior determinação a quem às utiliza.
Um mala pode ser um colar ou uma pulseira.
A pulseira deve ter 27 contas, que precisarão ser contadas por 4 vezes para completar 108.

O PODER DE UM MALA

Seu Mala pode ser imantado com o poder de "Japa"de seu mantra, para isso você precisará praticar todos os dias, por pelo menos 40 dias seguidos.

Após 108 dias o mala ficará carregado da energia do poder do mantra entoado/ murmurado/ meditado,e você poderá colocá-lo ligeiramente sobre si ou em outros, para transmitir a energia do mantra, armazenada na mandala de luz, formada em seu Mala.
O ideal seria utilizar um Mala para cada mantra.

Quando utilizar o seu mala com um novo mantra, a energia do novo mantra começará a substituir a energia do mantra anterior, então é recomendado usar um novo mala com cada mantra, se possível, é claro.

Outra boa idéia é ter um Mala para cada raio.
Cada um dos sete principais chakras carrega as energias de uma
das sete principais consciências de Deus.

Quando não estiver utilizando seu mala, guarde-o em um lugar limpo e sagrado.
O melhor lugar para guarda-lo é sobre um altar pessoal ou sobre uma estatueta sagrada de uma divindade.

O mala é utilizado para que uma pessoa possa pensar sobre o significado do mantra e de suas palavras enquanto entoa, sem ter a necessidade de ficar contando as vezes que entoa.

UMA TRADIÇÃO EM VÁRIAS RELIGIÕES

Os maometanos também têm um "mala" que se chama "tasbi",
eles mantém nas mãos enquanto repetem suas orações.
Rolam as contas entre os dedos enquanto repetem o nome de Allah.

Os cristãos têm seu "terço" nas mãos, enquanto fazem suas orações diárias.
Conta-se que a palavra "rosário", que tem semelhanças óbvias ao mala, veio do tradicional "Japa Mala" hindu.
Quando exploradores romanos vieram na Índia e conheceram o mala,
eles ouviram " jap mala" em vez de "japa Mala".
"Jap" significa "rosa" e um mala então, foi levado ao Império romano como "rosarium".
O rosário possui 50 contas separadas de dez em dez por outra de maior tamanho, e seus extremos se unem em uma cruz.
Totalizando 54 contas (a metade do rosário oriental de 108 contas).

Os Hindus, quando decidem fazer um mantra por mais de 108 vezes,
colocam um grão de arroz para cada 108 vezes, dentro de uma tigela.
Toda vez que chegam ao Meru, tiram um grão de arroz da tigela.
No Budismo Tibetano, é comum a utilização de malas maiores, por exemplo de 111 contas.
Eles contam um mala como 100 contas e 11 extras para compensar possíveis erros cometidos pelo caminho.

No Budismo, a utilização do Mala pode ser feita com qualquer uma das mãos e
os dedos também podem ser outros, dependendo da vontade de cada um.
o que conta mesmo é a repetição dos mantras.

A tradição islâmica, trabalha com um rosário de 99 contas.
O rosário se divide em três séries de 33 contas, cada uma delas representa um mundo.
Conta-se que a conta faltante para completar a centésima, só se encontra no Paraíso.
Uma grande variedade de materiais são usados para fazer contas de mala.

Na tradição budista tibetana indicam o uso de osso (animal, a maioria comumente de boi)
ou às vezes humano, os ossos de Lamas falecidos, são de grande valor.

MALA DE OSSOS HUMANOS SAGRADOS DO NEPAL

Mala Sagrado feito com 108 finas contas de ossos de crânio humano do Nepal.
Estes são ossos de crânio de budista praticantes que já fizeram a passagem.
Seu preço é elevado devido a sua raridade.
O propósito deste Mala de Ossos é orar, recitar mantras e meditar em cortar o egoísmo,
apegos fortes e cultivar uma consciência livre.
Outros usam madeira ou sementes da árvore Bodhi.
Pedras semi-preciosas tal como coralina e ametista podem ser usados, também.
O material muito utilizado é madeira de sândalo.


O SIGNIFICADO DO NUMERO 108
(Extraído do livro:”Razão de Viver”)

Entre os místicos é muito conhecido o extraordinário resultado de repetir um mantra,
oração ou comando de luz, cento e oito vezes.
Cento e oito é o resultado de nove vezes o número doze.
O poder dos nove ou novena é prática antiga da religião católica.

Porém, qual é a explicação deste poder?

Três é o poder da Chama Trina, ancorada no coração dos filhos e filhas de Deus.
É a chama do Poder, da Sabedoria e do Amor de Deus manifestando-se no homem;
a trindade do Pai, do Filho, e do Espírito Santo.
Multiplicando o poder da chama da Trindade no coração, pelo poder da origem desta Chama Trina, no coração da Poderosa Presença do EU SOU individualizada,
encontramos o resultado de três vezes três, o poder do numero nove.
O numero do Espírito Santo.
Isto ocorre quando confirmamos a vontade
de Deus na Terra, assim como Ele afirma no Céu.
Assim, nove é o número da manifestação do plano divino.
Não é de se admirar que as mulheres tenham seus filhos aos nove meses de gestação.

E o número doze?

Vejamos: doze foram os apóstolos de Jesus.
Doze são os meses do ano e também doze são as legiões de anjos.

Jesus disse a Pilatos:
– "Você pensa que eu não posso chamar meu Pai e Ele mandaria
imediatamente doze legiões de anjos para me salvar?".

O relógio marca doze horas.
O chakra do coração tem doze pétalas significando doze vibrações
únicas que são como doze chaves para as doze portas da cidade celestial.
Doze são os signos do zodíaco.
Existem doze hierarquias celestiais, cada uma referente a um signo zodiacal.
Elas carregam, mantêm e seguram à disposição da humanidade, as doze virtudes
de Deus que são: poder, amor, mestria, controle, obediência, sabedoria, harmonia,
gratidão, justiça, realidade, visão e vitória divina.
Doze são os raios de Deus, sendo sete conhecidos e cinco raios secretos.
Temos doze chakras, sendo também cinco secretos.
Doze são os frutos da Árvore da Vida.

Assim, grande é o poder dos 108, pois ele representa a multiplicação
dos poderes de nove por doze (9 x 12 = 108).

Isto é a confirmação da vontade de Deus nos 12 raios da consciência
divina manifestados na Terra.


in : http://www.grandefraternidadebranca.com.br/mala.ht

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

But Why???




Eu, muito sinceramente, faço os possíveis...mas há coisas que eu não consigo entender.




Photo by Queenenigma09 in Deviantart

domingo, 22 de novembro de 2009

ODEIO O INVERNO!!!!


Odeio:

-o frio
-a chuva
-o Inverno
-o Natal
-andar cheia de roupa
-as constipações


Gostava de poder migrar pro Brasil ou para a India até Maio.


Photo by girltripped in Deviantart

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Be My Baby

Adoro esta mulher e sou fixada neste vídeo (fico horas a olhar para as roupas dela e a invejá-las) :)))))))

Be My Baby by Vanessa Paradis



I saw you walk down the street
With some other girl
Yeah
Always thought that I was the only one in your world
Baby can you tell me so
Out of sight out of mind ain't what love ought to be
Yeah
And I hoped all the time that you'd be faithful to me
You be faithful to me

All I'm asking you for when you walk out the door
Is to be my baby, baby
I just want to be sure
That forever and more
You would be my baby

Love is just like a flower baby it has to grow
Yeah
And when you are away I'm even loving you more
I just have to let you know
One on one is the way and that's the way it should be
Yeah
So if you're not gonna stay
The don't be playing with me
You can set me free

All I'm asking you for when you walk out the door
Is to be my baby, baby
'Cause all this love is for you
And you know that I'm true
And I'll be your baby

All I'm asking you for when you walk out the door
Is to be my baby, baby
'Cause you knew from the start
That you were working my heart
Won't you be my baby

Ooo-ooo-oo-oo
Ooo-ooo-oo-oo
Alright, alright

I remember our walk the other Saturday night
Yeah
Sweet harmonies filled and floated through our minds
Never felt this way before
We were riding so high on loving and understanding
Yeah
So why go wasting your time when you have got such a find
That is everlasting

All I'm asking you for when you walk out the door
Is to be my baby, baby
I just want to be sure
That forever and more
You would be my baby

All I'm asking you for when you walk out the door
Is to be my baby, baby
'Cause all this love is for you and you know
That I'm true
And I'll be your baby
And I want you to love me baby.

Ooo-ooo-oo-oo
Ooo-ooo-oo-oo
Alright, alright.


Eu cá me entendo.
Só quero que este dia passe muito rápido...e depois relax e comemorar as coisas boas da vida.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Tim Burton

Behind the Scenes: Tim Burton at MoMA




Great video. Amazing man.

Love him, love him, love him.





.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Quero ir!!!!





Jantar Vegetariano com Dança Indiana

Jantar vegetariano acompanhado de dança indiana ao vivo. O evento irá ocorrer no dia 20 de Novembro (Sexta) ás 20 h . 
 
O local do evento será “Jardim dos Sentidos” que se situa na Rua Mãe Água ,3 Lisboa (Junto da Praça da Alegria).

O contributo será 20 €uros por pessoa (Jantar + concerto).

Para inscrições contactar para telem 915601814.

FreeCounter

domingo, 8 de novembro de 2009

OqueStrada

Bem ditos os Deuses que fazem vozes e atitudes assim. Mais uma banda fantástica portuguesa. Que delicia!! (salientando o fantástico elemento Tó Paiva,meu companheiro na paixão pelos shots de Jack Daniel's) :))))

Oxalá Te Veja




Qualquer coisa me anima





"Killing Me Softly"





E se poderem vejam estes fantásticos senhores ao vivo...é inesquecível.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Boitátá

E quem não se rir com este anuncio não pode ser cá da malta!!!






LOLOLOLOLOLOLOLOLOLOL

Megafone 5



O espectáculo foi fantástico. Com tudo o que o João Aguardela merecia. Foi emoção.
O João continua vivo entre nós... visitem-no :

http://www.aguardela.com/index_.html


"A noite em que a música continuou a festejar João Aguardela

Gaiteiros de Lisboa, OqueStrada e Dead Combo estiveram no Centro Cultural de Belém para recordar João Aguardela. A Naifa também. E os companheiros do músico, desaparecido em Janeiro, atiraram a sala para horas incertas, tantos foram os golpes no peito.

Centro Cultural de Belém, Lisboa, 4 de Novembro de 2009

Há uma ausência tão pesada sobre a luz vazia que mal sabemos onde enfiar as mãos, como respirar, se devemos espreitar. A Naifa em palco feita trio, assim, trio, sem João Aguardela de cigarro na boca, à espera de entrar pela música adentro, como o lembramos do Theatro Circo, anos passaram já, quem diria, aquelas cordas feitas corpo fundo. Maria Antónia Mendes, Mitó, olha para aquele espaço, canta, olha, canta: «Fechas a porta à chave com duas voltas e sais». Isto ecoa numa metafísica imprecisa, violenta, numa turbulência marinheira que se agiganta – que festa é esta que vai dentro em agonia?



Aquela voz enfiada em negro, o negro também da guitarra e da bateria – A Naifa em trio, A Naifa em trio, isto vai pesando mais do que a conta – que nos puxa o coração pela boca e o planta por cima do palco, a palpitar de azul, de vermelho, tantas cores!, coração mirrado dentro de um outro, maior – sabe-se lá se de ferro forjado se de plástico, se de carne, que importa?, derrete tudo na forja. Meteram-no ali os anjos que nos esperavam à porta, os anjos esperam sempre, esperam tanto, coitados, mesmo à porta do CCB – os anjos: «Dá deus nozes a quem não tem dentes», seco. O que se reponde a isto, A Naifa ali, feita trio? Um andor que desce a rua até ao palco e nós por baixo, vamos tantas vezes por baixo e às tantas falha-nos o ombro, a arma, sabe-se lá.



Está A Naifa em trio e o palco dividido em luzes, quatro, vindas de cima, como pode ser-se maldoso a este ponto com os apaixonados – quantos são, quem será, quem se converteu nos anos de Sitiados, Linha da Frente, Megafone, este gume, quem é puro e quem é criança, Sodoma a arder é isto, camarada, uma cinza por dia, o Aguardela dos discos na prateleira e o Aguardela da memória dos palcos e da televisão, aqueles cortes de cabelo, ainda hoje somos capazes daqueles cortes, daquela irreverência, entenda-se como aprouver. Isto em trio não pode ser, entra a Sandra do acordeão e as palmas, o simbolismo!, assim ninguém aguenta, Sandra Baptista no lugar do companheiro de uma vida, de baixo a tiracolo, vai tocar com todas as lágrimas que perdeu e o povo deste lado, alguém nos acuda.



É um concerto carregado, este, assim se previa. Cada verso ganha novo alcance – os álbuns a passar em marcha pelo alinhamento –, cada toque de Mitó em Sandra Baptista, cada olhar, cada nota que sai da guitarra portuguesa de Luís Varatojo, cada impulso de Paulo Martins, cada pequena história. Tanto que se poderia dizer, à distância, língua incauta, que esta ou aquela opção de cenário, de encenação, teria mais de despropositado que o desejável. A resposta estaria na classe que reconhecemos a A Naifa, impossível de corromper com juízos que não vêm ao caso, menos ainda a um relato que treme. Ao palco subiram os amigos: Rodrigo Dias, que acompanhou A Naifa nos espectáculos que se cruzaram com os tempos de fraqueza de Aguardela, no baixo; Samuel Palitos, que tocou com Aguardela em todos os seus projectos (os quatro, A Naifa incluída, numa vez sem réplica, na Festa do Avante! de 2008).



Os poemas com pólvora serviram de rastilho a palmas e palmas – a quem se agradecia, afinal, o corpo no embate de cada par de mãos, a sala a tender para a enchente? Havia ali mais de 20 anos de música a festejar, que é o mesmo que dizer que se festejava o Aguardela, as palmas eram para o Aguardela, aquele quadrado de luz no palco que tinha no seu limite, não no centro, Sandra Baptista, o Aguardela todo ali, quem diria, vê-se bem daqui, décadas de discos e bares e estádios, coração único, as fronteiras da música tradicional a esbaterem, o peito leva tanta coisa dentro que nem se sabe ao certo o que é, quantas coisas são, que são, que importância têm, e às tantas o Aguardela salta desta mistela e ferve. Um rapaz a arder em cima do muro, como diz a canção, que comoção, porra, até as lágrimas chegam aos duros, impossíveis de segurar, são só homens, são apenas mulheres, que é isto dos outros que foram capazes de lhe sabotar o corpo, que é isto, quem ampara quem, que jogo este.



Acabou-se a música para a noite e o pais de Aguardela são chamados ao palco, naquele onde esteve quem lá não estava, a força que vem de dentro disto e abate por fora aquele casal que agradeceu, tanta gente, o João gostou, onde quer que esteja, ele que gostava tanto de música, dedicou-se-lhe tanto, isto é dizer toda a vida, o João, dito assim é mais um soco no estômago, tanta gente, tantos nós quantas gargantas eram naquela sala, à esquerda e à direita, que situação esta, havemos de sair todos pela porta dos fundos das convicções, nem palavra, parecia que ali não estava vivalma a dirigir-se para os carros, nem palavra, alguns até casa, com certeza, nem palavra, apenas um gemido de massa que se move compacta na mesma direcção, acabou, que faremos mais aqui.



O espectáculo inteiro, promovido pelo Megafone 5, associação de amigos e admiradores que está aí para recordar sempre João Aguardela (1969-2009), a sua relação com a música, entre a tradicional e esta dos nossos dias, com prémio instituído em parceria com SPA para entregar anualmente a quem seja, mais concertos destes, aqui e ali, o espectáculo inteiro, dizíamos, teve ainda os Gaiteiros de Lisboa, a abrir, OqueStrada e Dead Combo (vejam-se as sensibilidades múltiplas). Para os mostrar nesta noite de Belém, trouxemos fotografias – assinadas por Fábio Teixeira. A Naifa ocupará por tanto tempo a memória, afectá-la está melhor dito, que merece o destaque das linhas todas."












in http://www.rascunho.iol.pt/artigo.php?id=2903





segunda-feira, 2 de novembro de 2009

The Secret





I Have a secret...




Secret by The Pierces




Got a secret
Can you keep it?
Swear this one you'll save
Better lock it, in your pocket
Taking this one to the grave
If I show you then I know you
Won't tell what I said
Cause two can keep a secret
If one of the m is dead…

Why do you smile
Like you have told a secret
Now you're telling lies
Cause you're the one to keep it
But no one keeps a secret
No one keeps a secret
Why when we do our darkest deeds
Do we tell?
They burn in our brains
Become a living hell
Cause everyone tells
Everyone tells…

Got a secret
Can you keep it?
Swear this one you'll save
Better lock it, in your pocket
Taking this one to the grave
If I show you then I know you
Won't tell what I said
Cause two can keep a secret
If one of the m is dead…

Look into my eyes
Now you're getting sleepy
Are you hypnotized
By secrets that you're keeping?
I know what you're keeping
I know what you're keeping

Got a secret
Can you keep it?
Swear this one you'll save
Better lock it, in your pocket
Taking this one to the grave
If I show you then I know you
Won't tell what I said
Cause two can keep a secret
If one of the m is dead…


Alison?
Yes, Katherine.
I have something I want to tell you, but
you have to promise to never tell anyone.
I promise
Do you swear on your life?
I swear on my life



You swore you'd never tell…
You swore you'd never tell…

You swore you'd never tell…
You swore you'd never tell…

Got a secret
Can you keep it?
Swear this one you'll save
Better lock it, in your pocket
Taking this one to the grave
If I show you then I know you
Won't tell what I said
Cause two can keep a secret
If one of the m is dead…


Yes two can keep a secret
If one of us is…. Dead.






Shhhhhhh...




Photo by wb_skinner in Deviantart

sábado, 31 de outubro de 2009

Happy Halloween!!!





Happy Halloween!!!!!!

(desperta a bruxa que há em ti...)




Photo bt SelinaEnrique in Deviantart

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Dimensão







Se calhar sou eu que estou na dimensão errada...mas deixem-me ficar.





Photo by indospan in Deviantart

terça-feira, 27 de outubro de 2009

PMS







Pic by KidaYuki in Deviantart

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Bom dia!!!





Acordar e ver o sol é uma das coisas melhores do mundo.





Photo by werol in Deviantart

terça-feira, 20 de outubro de 2009

:roll:





Eu queria que as pessoas parassem de tentar chatear-me com coisas do passado, pode ser?
Não chateiam, mas incomodam um bocadinho...assim tipo uma mosca que depois de pousar na merda vem pousar em nós...e temos que estar sempre a sacudir.






Pic by Jermis in Deviantart.

sábado, 17 de outubro de 2009

Autoconhecimento



"O autoconhecimento é um processo lento que pede, antes de tudo, confiança. A espera necessária para alcançar aquilo que buscamos - uma profunda consciência acerca de quem, de facto, somos - só será suportada se existir dentro de nós a confiança de que a semente inevitavelmente germinará.

Se não estivermos preenchidos por essa certeza, nenhum resultado poderá ser obtido e desistiremos diante do primeiro obstáculo que surgir. E eles serão muitos, pois a mente coloca-nos inúmeras armadilhas para nos convencer de que viver sob seu domínio é a única forma de existência possível.

A confiança, porém, não pode vir acompanhada de ansiedade ou expectativa, porque estas constituem os principais entraves para um estado de relaxamento e paz. Aqueles que já se encontram nesse caminho, sabem que ao invés de ansiar pelo resultado final, devemos usufruir de cada instante que vivermos durante esta jornada, pois ela em si já se constitui numa grande bênção.

Se focarmos a nossa energia na ânsia por obter algum resultado, certamente deixaremos de apreciar os momentos preciosos que a vida vai colocando no nosso caminho. A serenidade e a alegria são os principais critérios para sabermos se estamos de facto no caminho de volta para nosso verdadeiro ser."

by Elisabeth Cavalcante



Photo by Shy-Too-Shy in Deviantart

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Insistir sem desistir




Aos pouquinhos tenho tido a prova que se quisermos muito e trabalharmos para isso até podemos desenhar a nossa vida. E se continuarmos a acreditar em nós e a utilizar as nossas energias positivas, o desenho vai acabar por ficar sem nenhum borrão alheio.


by Ruyva



Photo by stealyoursoul in Deviantart

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Sintonia



"Vibrar em sintonia com o universo representa a expansão de nossa verdadeira essência. Quando estamos com nossa energia em perfeito equilíbrio significa que conseguimos conexão imediata com aquilo que realmente desejamos para nossa vida, é a sensação de plenitude absoluta.
Quem um dia já não teve a sensação de estar no local errado, com pessoas que nada tem a ver consigo e estar na pior das fases, isto significa estar fora de sintonia com o universo.

Os pensamentos e atitudes devem ser sempre policiados, pois somos reflexos da energia que emanamos pela forma-pensamento.
A forma-pensamento é umas das energias que temos que prestar mais atenção, pois é ela que nos remete às piores situações.
Os pensamentos muitas vezes vêm à nossa mente independente de nossa vontade; esta é a maior prova que eles têm vida própria. Este é, portanto, o mundo das causas; o mundo em que vivemos é o mundo das consequências.
É importante conhecermos as energias que nos cercam, para que possamos criar as defesas que nos auxiliam a mudar em direção ao que desejamos.
Temos que eliminar aos poucos as interferências que nos impedem de achar a sintonia perfeita que nos permite encontrar a grande realidade da vida.
O pensamento negativo enraizado na nossa mente exerce forte pressão sobre a nossa vontade.
A vida muda quando dominamos a própria mente, quando conhecemos os pensamentos sabendo usá-los de forma correta."

by Maria Isabel Carapinha


Pic by Nicevenn in Deviantart

domingo, 11 de outubro de 2009

Energies





Union of energies is the purest source of Love








Photo by Dosis in Deviantart

sábado, 10 de outubro de 2009

Rotativo nas trombas :)))

Gato Fedorento - Esmiúça os Sufrágios 15



Fabuloso Marco! (do minuto 3.05 ao minuto 5.40). E a expressão "rotativo nas trombas" é de louvar...afinal faz parte do meu vocabulário e eu pensava que já ninguém utilizava e referida expressão. Por tudo isto aqui fica :)))))


.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Homenagem a João Aguardela

Dia 4 de Novembro (21h) no Grande Auditório do CCB vai ter lugar um espectáculo de homenagem a João Aguardela, organizada pela associação MEGAFONE 5 - projecto de amigos e admiradores, que nasceu para homenagear e difundir o seu trabalho - esta iniciativa conta com as actuações d’ A
Naifa, Dead Combo, Oquestrada e Gaiteiros de Lisboa.

Todos ao CCB!!!! Buga lá homenagear este grande músico. ;)
















Não são precisas mais palavras.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Ghosts



Farta de fantasmas.
Vêm poucas vezes, de fininho, fingem ser bons fantasmas...mas são maus, manipuladores e aproveitadores, são perversos. Causam revoluções no meu interior, vontades de acabar com tudo.
Não tenho quem me defenda disto. Só eu os vejo.
São fantasmas que estão vivos.

Photo by silverystars in Deviantart

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Pedidinho




Ó meu Budha, desta vez bem que podias fazer com que desse certo. Tudo se resume a uma oportunidade, nada mais. Dá-me só uma oportunidade.
Olha por mim.



Photo by KryptR in Deviantart

sábado, 3 de outubro de 2009

Mais aqui




Não guardes dentro de ti o amor. Ás vezes não cabe.





.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Try





Consomes-te a tentar ser normal mas não consegues porque és diferente.




.

domingo, 27 de setembro de 2009

Xutos & Pontapés - 30 anos






É bom estarmos vivos para podermos ver coisas destas.
Grande concerto.
Grandes momentos.



Ps - Camané, mais uma vez foste o maior.


Não há muito mais a dizer. Quem lá esteve sentiu.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Enjoy life...please.

Mysteries by Beth Gibbons



God knows how I adore life
When the wind turns on the shores lies another day
I cannot ask for more

When the time bell blows my heart
And I have scored a better day
Well nobody made this war of mine

And the moments that I enjoy
A place of love and mystery
I'll be there anytime

Oh mysteries of love
Where war is no more
I'll be there anytime

When the time bell blows my heart
And I have scored a better day
Well nobody made this war of mine

And the moments that I enjoy
A place of love and mystery
I'll be there anytime

Mysteries of love
Where war is no more
I'll be there anytime




Não podemos controlar as contrariedades da vida, mas podemos controlar as reações a essas contrariedades...

domingo, 20 de setembro de 2009

Pela nossa saúde!




Eu nem gosto de vinho...mas dizem que faz bem ao coração e dá longevidade. :)))





... e não se deve contrariar os chineses...

sábado, 19 de setembro de 2009

Changes

Changes by David Bowie



Oh yeah
Mm
Still dont know what I was waiting for
And my time was running wild
A million dead-end streets and
Every time I thought Id got it made
It seemed the taste was not so sweet
So I turned myself to face me
But Ive never caught a glimpse
Of how the others must see the faker
Im much too fast to take that test

Ch-ch-ch-ch-changes
(turn and face the strain)
Ch-ch-changes
Dont want to be a richer man
Ch-ch-ch-ch-changes
(turn and face the strain)
Ch-ch-changes
Just gonna have to be a different man
Time may change me
But I cant trace time

I watch the ripples change their size
But never leave the stream
Of warm impermanence
So the days float through my eyes
But stil the days seem the same
And these children that you spit on
As they try to change their worlds
Are immune to your consultations
Theyre quite aware of what theyre going through

Ch-ch-ch-ch-changes
(turn and face the strain)
Ch-ch-changes
Dont tell them to grow up and out of it
Ch-ch-ch-ch-changes
(turn and face the strain)
Ch-ch-changes
Wheres your shame
Youve left us up to our necks in it
Time may change me
But you cant trace time

Strange fascination, fascinating me
Ah changes are taking the pace Im going through

Ch-ch-ch-ch-changes
(turn and face the strain)
Ch-ch-changes
Oh, look out you rock n rollers
Ch-ch-ch-ch-changes
(turn and face the strain)
Ch-ch-changes
Pretty soon now youre gonna get a little older
Time may change me
But I cant trace time
I said that time may change me
But I cant trace time


That's all we need.

sábado, 12 de setembro de 2009

Chupee

Chupee by Cocoon



We have gone to the country
In your old car
We have lost our way
So many times

Hello, hello
I take you on a trip
Hello, hello
I take you on a trip

Eating your Chupa Chup
A plane is making a loop
The beavers are so cute
A tree gave me a fruit

Hello, hello
I take you on a trip
Hello, hello
I take you on a trip


This one is for you luv...where do you wanna go?



As coisas simples não são tão bonitas?

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Vive Intensamente




"A vida sempre é tão surpreendente que somente com uma boa dose de loucura conseguiremos fluir em suas ondas.
Uma pessoa certinha vai ser muito rígida para agüentar a fluidez da vida. As pessoas que ficam loucas são aquelas que não aprenderam a conviver com suas loucuras.
Acredite, não existe um mapa para ser feliz, mas existe uma forma de caminhar para ser feliz.
Com serenidade, abertura, disponibilidade e uma grande dose de loucura.
Não existe um mapa para a felicidade porque a felicidade consiste exactamente em explorar a vida com paixão e intensidade.
Viva intensamente."

in http://www.fotolog.com/pri_pity/60162113

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Energizar



"A coragem - Há circunstâncias na vida em que a dignidade humana pode exigir grandes sacrifícios, isto é, heroísmo. Ninguém tem autoridade moral para exigir de outro um comportamento heróico. Cada um de nós tem essa obrigação, não porque outros lho peçam ou censurem se o não fizer, mas porque as próprias coisas lho pedem; pede-o sobretudo a dignidade humana."

by Juan Luis Lorda

Energizar,
Energizar,
Energizar,
Energizar,
Energizar,
Energizar,
Energizar,
Energizar,
Energizar,
Energizar,
Energizar,
Energizar,
Energizar!!!




.

domingo, 6 de setembro de 2009

Filmuchos

Mais filmes vistinhos e revistinhos :

- Mystic River
- Obsessão Mortal
- Raiva Assassina
- Um amor em tempo de cólera
- O menino de Cabul
- The last House on the Left
- A lenda do Pantano
- The Haunting in Conecticut
- Deadgirl
- Knowing
- Os crimes dos rios de Purpura
- Frida
- Volcano High
- With eyes wide shut
- Bronson
- Frozen River
- O berço
- Reservation Road
- A vida interior de Martin Frost
- Nunca fales com estranhos
- Up
- Two Lovers
- Até a noite chegar
- Ao encontro da morte
- A vingança de Alexandra
- Talhante
- Transsiberian
- Nunca é tarde demais
- Uma vida a dois



.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Kimmi Doll x Blythe Doll

Kimmi Doll




As Kimmidolls são bonecas de inspiração japonesa. Estas pequenas gueixas representam diferentes virtudes e qualidades: amor, discernimento interior, força, amizade, abundância são algumas das qualidades que estas bonecas incorporam.

http://www.kimmidoll.com/

Blythe Doll




http://www.thisisblythe.com/


Sonho de consumo!!!
Umas lindas e zen para me trazer felicidade (entre outras coisas) ao meu castelo...
As outras para me trazer felicidade á vista e ao coração...adoro-as muito, muito!!!!!


[mode cão abandonado on] alguém me dá uma please? [mode cão abandonado off]


.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Disappointment








Não vale a pena. Não vale mesmo a pena.






"Disappointment is the feeling of dissatisfaction that follows the failure of expectations to manifest. Similar to regret, it differs in that the individual feeling regret focuses primarily on the personal choices that contributed to a poor outcome, while the individual feeling disappointment focuses on the outcome itself. It is a source of psychological stress. The study of disappointment—its causes, impact and the degree to which individual decisions are motivated by a desire to avoid it—is a focus in the field of decision analysis,as disappointment is one of two primary emotions involved in decision-making."

in Wikipedia
Photo by deTinne in Deviantart





Get used to it.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Cocoon



Hummingbird by Cocoon




There is a long
long road to reach your house.
and I arrived just before,
just before the sunset.
and you said,
and you said welcome with your eyes.
and we said,
and we said nothing at all.

Oh we have been to many churches but we never believed.
we have been to many churches but we never believed.

If you go too far,
there is a song you'll hear.
If we get too close,
whisper in my ears.
speak the word, say it.
Bewilder, say it.
Humming bird, say it.
Be my dad...

Oh we have been to many churches but we never believed.
we have been to many churches but we never believed.
we have been to many churches but we never believed.
we have been to many churches but we never believed


Photo by duchessbad in Deviantart




Quantos dias se demora a perceber-me?

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Webface.com




Como faço todas as palhaçadas da net aqui está mais uma :)))))

Foi o mais parecido comigo que consegui fazer, tá?




:)

Aqui e agora





Porque o que se leva da vida é a vida que se leva, o melhor lugar tem que ser aqui e agora.




Consegues?

sábado, 22 de agosto de 2009

Sorte do caray!!!





Boa...a meio da pintura da casa de banho, a tinta acabou. O que quer dizer que os srs da Dyrup sabem muito bem fazer contas com as medidas que lhes levamos...



FDX!!!

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Flores?




"Planta o teu jardim e decora a tua alma, ao invés de esperares que alguém te traga flores."

by William Shakespeare





Aprendi a fazê-lo. Já não espero flores.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Patience




Patience by Guns n' Roses





Dizem que a paciência é uma virtude.
Será?



Photo by XxshadowxphobiaxX in Deviantart

sábado, 15 de agosto de 2009

Words

Ontem no ginásio, estava no meu circuito de localizada bem calminho, quando começa a tocar esta musica fantástica...e fez-me logo lembrar uma certa pessoa, por isso aqui fica :

Words by F. R. David




Words don't come easy to me
How can I find a way to make you see I love You?
Words don't come easy
Words don't come easy to me
This is the only way for me to say I love You
words don't come easy
Well, I'm just a music man
Melodies are so far my best friend
But my words are coming out wrong
Girl, I reveal my heart to you and
Hope that you believe it's true cause

Words don't come easy to me
How can I find a way to make you see I love You?
Words don't come easy

This is just a simple song
That I've made for you on my own
There's no hidden meaning you know when I
When I say I love you honey!
Please believe I really do cause
Words don't come easy to me
How can I find a way to make you see I love You?
Words don't come easy
It isn't easy words don't come easy
Words don't come easy to me
How can I find a way to make you see I love You?
Words don't come easy
Words don't come easy to me
This is the only way for me to say I love You
words don't come easy
words don't come easy.

O sonzinho é lindinho não é?
Bom para o fim de semana. ;)

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Colore





Porque a cor só faz bem ás energias e com este calor só queremos boa onda!!!



Luv U Luv!!!



Photo made on Facebook

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Longas e Silenciosas...





Não haverá borboletas, se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses...





Photo by Meluxine in Deviantart