terça-feira, 26 de agosto de 2008

Delírium




"Nem ópio nem morfina. O que me ardeu,
Foi álcool mais raro e penetrante:
É só de mim que ando delirante —
Manhã tão forte que me anoiteceu."

by Mário de Sá-Carneiro
Pic by thebeserker in Deviantart


.

Nenhum comentário: