domingo, 11 de maio de 2008

Já vejo...




Já não fico à espera
Já não fico à espera mais
Já não fico à espera
De ver acender
Essa luz que me quer ofuscar

Já vejo com os meus olhos
Já vejo sem me deslumbrar
Já vejo as limitações
Já vejo com os meus olhos
Já vejo sem enganar
Perdi as ilusões
Conheço as limitações

by Antonio Variações


Eu não acredito que há coisas que nunca mudam.


Um aparte : Cof Cof...



:)))))

Nenhum comentário: