sábado, 17 de março de 2007

Cheiro de cheiro...


E quando somos perseguidos por um desejo?
E quando nos apetece mesmo muito sentir aquele cheiro ?

Hoje, queria esfregar o meu nariz no pescoço dele, e sentir aquele cheiro de pele. E enquanto o fazia, ele gemia baixinho, inspirava, expirava e...eu sentia no bafo quente o cheiro a tabaco e a cerveja. Depois sentia o cheiro da roupa dele e por debaixo dela, o cheiro do desodorizante misturado com suor.
E ficava assim, toda a noite, com este cocktail de cheiros que lhe pertence.

Mas tudo com que fico esta noite, é com a incerteza do que sinto quando penso no cheiro dele.
Não sei se é um desejo incontrolável de o sentir e ter...ou muita, muita saudade.
Mas a diferença não é muita. E aquele cheiro...ai!

By Ruyva
Photo by immug in Deviantart


Circo de feras by Xutos & Pontapés


Nenhum comentário: